Keyti Souza

Jurado Mostra Curta Nacional

Diretora executiva da área de negócios na Têm Dendê Produções. Empresa com 21 anos de atuação, e mais de 100 horas de programações realizadas nos diversos segmentos, consolidando a atuação no Brasil como membro associado a Bravi, Conne e APAN – Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro.

Keyti é formada em jornalismo e possui especialização em mídias digitais, gerência projetos executivos em coprodução do grupo Têm Dendê, e atua na prospecção de novos negócios, lei do audiovisual, editais e outras fontes de fomento, também realiza crítica ensaísta de obras audiovisuais, especialmente produzidas por países africanos.

Sérgio Fidalgo

Jurado Mostra Longa Nacional

Ator de teatro e cinema. Tendo participado de vários espetáculos e filmes. Foi também Coordenador do Audiovisual da Secretaria de Cultura do DF e Coordenador do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.

Kátia Mezel

Jurado Mostra Longa Nacional

Katia Mesel começou a fazer cinema em 1968, em 8mm. Sempre na vanguarda foi autodidata no seu aprendizado cinematográfico, cheio de experimentalismos, que envolvia um longo processo desde a filmagem até a imagem revelada. Se formou em Arquitetura e Artes Gráficas em 1970. Até 1980 realiza 20 filmes em Super 8, desde então, acompanha a evolução das mídias, bitolas, formatos, gêneros. Nessa época fazer filmes em Pernambuco era muito difícil e vários dos cineastas locais, foram embora para o Rio de Janeiro ou São Paulo, em busca de mais facilidade. Katia Mesel resolve ficar, e em 1981 funda a ARRECIFE Produções Cinematográficas, a primeira produtora de filmes culturais de Pernambuco, Katia Mesel é a primeira mulher, cineasta de Pernambuco, com mais de 50 anos ininterruptos, de dedicação ao audiovisual, e mais de 300 obras produzidas (roteiro, direção, produção, direção de arte), em todas as bitolas, mídias, formatos, gêneros, além da participação e premiação, em festivais nacionais e internacionais, em juris, curadorias, oficinas, programas de TV, sempre desbravadora, levando a cultura pernambucana pelo mundo. Sem dúvida, é a cineasta brasileira com maior número de obras audiovisuais realizadas

É a primeira mulher a participar de um Festival de Cinema no Brasil, em 1973, a 2ª Jornada de Cinema da Bahia. É a primeira cineasta a assumir a presidência da Associação Brasileira de Documentaristas – ABD/PE, em 1994. Em 1996 é convidada a representar Cinema, Vídeo e Fotografia, na primeira Comissão de Elaboração e Implantação do Sistema de Incentivo à Cultura do Estado de Pernambuco (SIC PE). No mesmo ano assume de novo a presidência da ABD/PE, formalizando juridicamente como Associação. Foi a primeira mulher a representar Cinema, Vídeo e Fotografia, no Conselho Municipal de Cultura do Recife.

 

Edison Martins

Jurado Mostra Curta Nacional

É formado em comunicação social pela Faculdade Metodista de SP, com cursos de especialização em marketing e redação pela Escola Superior de Propaganda e Marketing. Começou sua carreira na área de comunicação em SP e depois mudou-se para o Nordeste, por onde mais de 20 anos foi sócio de uma das agências de propaganda mais relevantes de Pernambuco.

Atualmente desenvolve trabalhos com ideias, estratégias e comunicação dentro do PROJETO VOHAR,

 

Deb Brennand

Jurado Mostra Longa Nacional

Deby Brennand é Cineasta, 40 anos. Trabalhou como diretora de arte de publicidade por seis anos envolvendo-se com a produção de documentários para alguns canais de TV, como a TV Cultura.

Diretora e produtora de 5 curtas-metragens de ficção e animação.

Em 2011 foi Indicada ao INTERNATIONAL AMMY AWARDS com a produção e direção de 38 documentários “AS VOZES DO ARAGUAIA”. Projeto da Rede Globo.

Diretora do documentário “DANADO DE BOM” Longa metragem premiado como melhor filme, fotografia, edição, som e trilha sonora no CINE-PE, 2016. Também selecionado no Festival de documentários é TUDO VERDADE 2016.

Silvana Marpoara

Jurado Mostra Longa Nacional

Silvana Marpoara é jornalista, comentarista de cinema da Rádio Jornal/Recife; Professora dos cursos de cinema/jornalismo e publicidade; documentarista; produtora cultural e idealizadora do podcast @programacinecoisas

Edison Martins

Jurado Curta Longa Nacional

Estudou Comunicação Social na Faculdade Hélio Alonso, em 2002 fundou a Cinerama Brasilis. Já produziu mais de 2000 comerciais em seus 25 anos de carreira  onde atendeu a praticamente todas as grandes agências de publicidade do pais. Tem em seu currículo mais de 250 prêmios na área de publicidade e cinema entre eles short list no festival de Cannes, Clio, El Ojo, NY Festivals, Ad Week, Profissionais do Ano da TV Globo, Clube de Criação e ABP. Foi  5 vezes o produtor mais premiado do Rio de Janeiro pelo Prêmio Colunistas RIO em 2008, 2010, 2012, 2016 e 2020.

Na área de entretenimento, produziu mais de 10 curtas-metragens. Produziu o DVD musical “Zé Ricardo e Convidados”, ,o DVD “O Rio em Preto e Branco”, sobre a conquista do campeonato estadual do Botafogo. Foi co-produtor  dos longas “Dia de Preto“, “Dejà vu de Nova Chicago”, “A Morte Inventada”  “Riscado” e “Cowboy”. Na TV  Foi o Produtor Executivo da sériepara o GNT – “Faixa de Areia”  e “Mercados” para a TV Brasil  e Co-produtor de “Gigantes por Natureza” de Felipe Joffily e a série “Em busca de Anselmo” para a HBO. Esta em produção das séries “Teu Armário é Show” e “Customize”para o canal Fashion TV e do longa documentário “Tininho – 50 anos de incertezas”. Faz parte do Conselho Federal da BRAVI (Associação Brasileira de Produtores Independentes)  e é  Diretor do CCRJ – Clube de Criação do Rio de Janeiro.

 

 

Patrocínio Master

Co-patrocínio

Apoio

Apoio Institucional

Apoio Cultural

Promoção

Realização