Noite de “sertanejices” no 20º Cine PE

Destaque na quinta noite do 20º Cine PE, que acontece no Cinema São Luiz, o documentário “Danado de Bom”, de Deby Brennand, foi aplaudido de pé pelo público. O longa traz a história de João Silva, autor de mais de 3 mil músicas, e parceiro do Luiz Gonzaga, compondo sucessos como “Pagode Russo”, “Nem Se Despediu De Mim”, e a que deu nome à película, entre outros. A narrativa traça a trajetória do menino que saiu de Arcoverde, no Agreste, e se tornou um dos principais compositores brasileiros. João e suas “sertanejices” – termo criado por ele – arrancaram gargalhadas da plateia, que se emocionou com o doc. Deby disse que a sugestão de produzir o documentário veio de Roberta Jansen, que era produtora de João. “Quando o conheci, via que sabia várias de suas músicas, mas não sabia que eram dele, não sabia da grandeza que ele tinha”, comentou. Segundo ela, o filme levou 10 anos para ser feito. Entre os depoimentos, o de Dominguinhos, Josildo Sá e Elba Ramalho. “Viajei para Fortaleza para entrevistar Dominguinhos e, na volta, encontrei Elba no avião. Aí pedi para ela dar um depoimento, e ela aceitou”, contou a cineasta. O homenageado infelizmente não chegou a ver o trabalho: João Silva faleceu em 2013. Quem também brilhou foi a atriz e diretora paraibana Marcélia Cartaxo, mesmo sem estar presente por motivos de outros compromissos profissionais. Ela é a protagonista do curta “Maria”, dirigido por Carol Correia. “A narrativa aborda a objetificação do corpo da mulher, e as consequências do passar do tempo”, explicou Carol. Segundo ela, a história foi inspirada na obra de Severina Branca, ex-prostituta, analfabeta e poetisa do Sertão do Pajeú. “Severina não teve como vir porque é idosa e está debilitada, mas vou levar o filme para ela assistir”, afirmou. Outra participação de Marcélia foi com o curta “Redemunho”, que dirigiu. A trama, filmada no interior da Paraíba, é baseada em um conto de Ronaldo Correia de Brito, e conta a história de uma família em decadência, onde a Mãe (Catarina Macrina), tenta explicar para o filho Leonardo Bezerra, que seu irmão mais velho morreu e que sua esposa o largou para ir embora com um grupo de ciganos que passou pela região. “Gosto De Carne”, de Álvaro Severo e Everton Maciel, trata do caminho que a carne faz até a mesa do consumidor, mostrando a crueldade na forma que os animais são mortos e as péssimas condições em que crianças e adultos trabalham no abate de vacas e porcos. “Quisemos trazer uma proposta voltada para a defesa dos direitos dos animais, dos direitos humanos”, falou Everton. Quem encerrou a noite foi “Vampiro 40 Graus”, de Marcelo Santiago, na mostra de filmes hors concurs. Adaptação da série do Canal Brasil “Vampiro Carioca”, o longa-metragem narra a saga do vampiro Vlak, interpretado por Fausto Fawcett, um traficante de “pó vampírico” no Rio de Janeiro, uma metáfora à situação do submundo carioca.
“Deserto Particular” é consagrado melhor filme do Cine PE 2021

“Deserto Particular” é consagrado melhor filme do Cine PE 2021

A 25ª edição do Cine PE chegou ao fim na noite desta sexta-feira (26), no Teatro do Parque, e consagrou o romance “Deserto Particular” como o Melhor Longa-Metragem escolhido pelo Júri Oficial do evento. O filme, de Aly Muritiba, que reflete sobre os afetos masculinos...

Cine PE fecha ciclo de coletivas

Cine PE fecha ciclo de coletivas

A manhã desta sexta-feira (26) foi de sabatina para os realizadores dos 14 filmes que foram exibidos na última quinta-feira (25) na programação do 25º Cine PE. Os cineastas participaram da última das coletivas de imprensa da edição, que neste ano aconteceram no Hotel...

Patrocínio Master

Patrocínio

Noite de “sertanejices” no 20º Cine PE

Destaque na quinta noite do 20º Cine PE, que acontece no Cinema São Luiz, o documentário “Danado de Bom”, de Deby Brennand, foi aplaudido de pé pelo público. O longa traz a história de João Silva, autor de mais de 3 mil músicas, e parceiro do Luiz Gonzaga, compondo sucessos como “Pagode Russo”, “Nem Se Despediu De Mim”, e a que deu nome à película, entre outros. A narrativa traça a trajetória do menino que saiu de Arcoverde, no Agreste, e se tornou um dos principais compositores brasileiros. João e suas “sertanejices” – termo criado por ele – arrancaram gargalhadas da plateia, que se emocionou com o doc.

Deby disse que a sugestão de produzir o documentário veio de Roberta Jansen, que era produtora de João. “Quando o conheci, via que sabia várias de suas músicas, mas não sabia que eram dele, não sabia da grandeza que ele tinha”, comentou. Segundo ela, o filme levou 10 anos para ser feito. Entre os depoimentos, o de Dominguinhos, Josildo Sá e Elba Ramalho. “Viajei para Fortaleza para entrevistar Dominguinhos e, na volta, encontrei Elba no avião. Aí pedi para ela dar um depoimento, e ela aceitou”, contou a cineasta. O homenageado infelizmente não chegou a ver o trabalho: João Silva faleceu em 2013.

Quem também brilhou foi a atriz e diretora paraibana Marcélia Cartaxo, mesmo sem estar presente por motivos de outros compromissos profissionais. Ela é a protagonista do curta “Maria”, dirigido por Carol Correia. “A narrativa aborda a objetificação do corpo da mulher, e as consequências do passar do tempo”, explicou Carol. Segundo ela, a história foi inspirada na obra de Severina Branca, ex-prostituta, analfabeta e poetisa do Sertão do Pajeú. “Severina não teve como vir porque é idosa e está debilitada, mas vou levar o filme para ela assistir”, afirmou.

Outra participação de Marcélia foi com o curta “Redemunho”, que dirigiu. A trama, filmada no interior da Paraíba, é baseada em um conto de Ronaldo Correia de Brito, e conta a história de uma família em decadência, onde a Mãe (Catarina Macrina), tenta explicar para o filho Leonardo Bezerra, que seu irmão mais velho morreu e que sua esposa o largou para ir embora com um grupo de ciganos que passou pela região.

“Gosto De Carne”, de Álvaro Severo e Everton Maciel, trata do caminho que a carne faz até a mesa do consumidor, mostrando a crueldade na forma que os animais são mortos e as péssimas condições em que crianças e adultos trabalham no abate de vacas e porcos. “Quisemos trazer uma proposta voltada para a defesa dos direitos dos animais, dos direitos humanos”, falou Everton. Quem encerrou a noite foi “Vampiro 40 Graus”, de Marcelo Santiago, na mostra de filmes hors concurs. Adaptação da série do Canal Brasil “Vampiro Carioca”, o longa-metragem narra a saga do vampiro Vlak, interpretado por Fausto Fawcett, um traficante de “pó vampírico” no Rio de Janeiro, uma metáfora à situação do submundo carioca.

“Deserto Particular” é consagrado melhor filme do Cine PE 2021

“Deserto Particular” é consagrado melhor filme do Cine PE 2021

A 25ª edição do Cine PE chegou ao fim na noite desta sexta-feira (26), no Teatro do Parque, e consagrou o romance “Deserto Particular” como o Melhor Longa-Metragem escolhido pelo Júri Oficial do evento. O filme, de Aly Muritiba, que reflete sobre os afetos masculinos...

Cine PE fecha ciclo de coletivas

Cine PE fecha ciclo de coletivas

A manhã desta sexta-feira (26) foi de sabatina para os realizadores dos 14 filmes que foram exibidos na última quinta-feira (25) na programação do 25º Cine PE. Os cineastas participaram da última das coletivas de imprensa da edição, que neste ano aconteceram no Hotel...

Patrocínio Master

Patrocínio