Release 06-Contagem regressiva para o Cine PE 2014

A 18ª edição do Cine PE Festival do Audiovisual começa depois de amanhã (sábado/26), às 19h, no Teatro Guararapes, Centro de Convenções de Pernambuco (Cecon), em Olinda, com uma programação mais enxuta e a participação de filmes de outros países nas mostras competitivas. Até o próximo dia 1º de maio serão exibidos 27 títulos (13 curtas e 14 longas metragens), sendo 22 filmes nacionais e cinco internacionais.

As produções estrangeiras vem da Argentina, Itália, Portugal e Estados Unidos. Dos títulos brasileiros, nove são pernambucanos (um longa e oito curtas). A curadoria do Cine PE foi realizada pelo jornalista e crítico de cinema Rodrigo Fonseca Os ingressos já estão à venda em alguns Postos Petrobras (veja relação no final do release) e serão comercializados nas bilheterias do Teatro Guararapes no evento, a partir das 17h.

Os bilhetes eletrônicos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). A última noite do festival (2 de maio), que vai ocorrer no Teatro Santa Isabel, no bairro de Santo Antônio, será dedicada a homenagens e à segunda solenidade de premiação dos filmes vencedores da Mostra Festival de Cinema de Ficção Internacional.

Serão homenageados no encerramento do Cine PE, in memorian, o ator, cineasta e crítico José Wilker, falecido este mês (abril), e o filme Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha, pelos 50 anos de produção. O acesso será restrito a convidados do festival. A cerimônia, que terá apresentação do casal de atores Deborah Secco e Bruno Torres, vai ser transmitida pelo Canal Brasil, com geração de flashes ao vivo a partir do link da Rede Globo Nordeste.

A atriz Laura Cardoso, outra homenageada do festival, receberá o troféu Calunga na noite de 29 deste mês (abril), mesma data da primeira solenidade de premiação, que anunciará os vencedores da Mostra Pernambuco, Mostra Curta Brasil e Mostra Doc Internacional, no palco do Teatro Guararapes.

Segundo os diretores do Cine PE, Sandra e Alfredo Bertini, as oficinas profissionalizantes, os seminários e as exibições itinerantes serão realizados ainda este ano, mas em outras datas ainda não definidas. “Trata-se de projetos que serão desenvolvidos dentro do ‘guarda-chuva’ do projeto maior que é o Cine PE, mas não estão na programação deste mês e de maio”, explica Alfredo Bertini.

Na exibição, na formação de platéia, na difusão da informação e no treinamento, o Cine PE se tornou o grande encontro dos ‘profissionais da indústria’ e dos ‘apaixonados pela arte’. Na soma das 17 edições anteriores, o festival reuniu um público de 346 mil pessoas, contou com 3.931 filmes inscritos e exibiu 593 curtas-metragens e 254 longas-metragens.

Desde a primeira edição, em 1997, 2.270 pessoas participaram de 57 oficinas e 782 empresas forneceram os serviços ao evento.. Entre os convidados do festival, 380 foram artistas e 636 jornalistas.

MOSTRAS DE FILMES-A grade do Cine PE 2014 será formada por quatro mostras competitivas_ sendo duas internacionais e duas nacionais_ e duas mostras fora de competição. Concorrerão a prêmios os títulos da Mostra Doc Internacional, do Festival de Cinema de Ficção Internacional, da Mostra Curta Brasil e da Mostra Pernambuco. Estarão fora de competição a Mostra Especial e a Mostra de Cinema Infantil.  

A comédia O Grande Hotel Budapeste, do cineasta americano Wes Anderson vai abrir a primeira noite do Cine PE (26/abril) como hors concours. Consagrado pela crítica, o longa estrelado por Ralph Fiennes é inédito no Brasil e teve sua estreia mundial na noite de abertura do Festival de Berlim, em fevereiro deste ano (2014).

A produção, que estreia em maio nos cinemas brasileiros, narra o auge e o declínio do hotel de luxo e os ensinamentos de um mordomo requintado a um rapaz em início de carreira. O longa metragem Getúlio, uma ficção de João Jardim, será exibido também como hors concours na Sessão Especial Petrobrás, na segunda noite do festival (27 de abril). “Foi um presente da Petrobras, um dos principais patrocinadores do evento, ao público pernambucano”, diz O produtor cultural e diretor do Cine PE, Alfredo Bertini.

Quatro produções nacionais inéditas, além de uma argentina e uma italiana, compõem a Mostra Festival de Cinema de Ficção Internacional. São os longas metragens Muitos Homens num Só (RJ), com direção de Mini Kerti; Mundo Deserto de Almas Negras (SP), de Ruy Veridiano; O Menino do Espelho (MG), de Guilherme Fiuza; e Romance Policial (RJ), de Jorge Durán. Concorrerão também ao troféu Calunga Anni Felici, com direção de Daniele Luchetti; e Todos Tenemos un Plan, de Ana Piterbarg.

A Mostra Doc Internacional terá quatro filmes, sendo dois brasileiros e dois portugueses. Os títulos nacionais são o pernambucano Corbiniano, com direção de Cezar Maia; e o gaúcho O Mercado de Notícias, de Jorge Furtado. 1960, dirigido por Rodrigo Areias, e E Agora? Lembra-me, de Joaquim Pinto, são os títulos lusitanos.

A Mostra Curta Brasil terá sete filmes, sendo dois de Pernambuco, e a Mostra Pernambuco, seis curtas. Todos os filmes das mostras competitivas e Especial serão projetados no Teatro Guararapes. Haverá duas solenidades de premiações. A primeira será referente à Mostra Doc Internacional, Mostra Curta Brasil e Mostra Pernambuco e ocorrerá em 29 de abril, às 19h.  A segunda solenidade de premiação dos vencedores da mostra Festival de Cinema de Ficção Internaciona vai ser realizada no dia 2 de maio, às 20h30, no Teatro Santa Isabel.

Para o curador Rodrigo Fonseca, a seleção reforça a vocação do Cine PE de celebrar o cinema de forma plural com produções que buscam uma identificação direta com o espectador, mas sem abrir mão dos filmes autorais. “O Cine PE é o Maracanã dos festivais e é muito importante apresentarmos títulos que primem pelo requinte estético mas não afastem essa multidão de público, que é a grande força do evento.”

O Cine PE também aposta este ano nos filmes de gênero. “Temos, por exemplo, três policiais (“Todos Tenemos un Plan”, “Muitos Homens Num Só” e Romance Policial”) que dialogam com a narrativa policial noir, além de uma comédia de costumes (“Ano Feliz”), um infanto-juvenil (“O Menino no Espelho”), diz Fonseca. Ele também ressalta que todos os documentários lidam com a questão da memória. “Este é, na minha opinião, o grande tema da atualidade.”

Apenas a Mostra de Cinema Infantil, voltada para alunos de escolas públicas do Recife e da Região Metropolitana, será realizada  nas manhãs de 29 e 30 de abril, às 9h, no Cinema São Luiz, no Bairro de Santo Antônio.Serão exibidos os longas-metragens cariocas Uma Professora muito Maluquinha, de André Alves Pinto e César Rodrigues, e Meu Pé de Laranja Lima, de Marcos Bernstein.

HOMENAGENS-O filme ‘Deus e o Diabo na Terra do Sol’ (pelos 50 anos) foi lançado em 1964, às vésperas do golpe militar, e logo em seguida inscrito como concorrente à “Palma de Ouro” de Cannes. Laura Cardoso, 85 anos, com 29 filmes no currículo, foi premiada há 13 anos no festival, como melhor atriz pelo longa ‘Através da Janela’. José Wilker, falecido aos 68 anos, foi crítico e diretor de cinema e que esteve no Cine PE no ano passado com o longa-metragem Giovanni Improtta, somou 69 filmes, entre curtas e longas-metragens, no currículo. A atriz Laura Cardoso confirmou presença no festival, assim como representantes da família de José Wilker e de Glauber Rocha.

PREMIAÇÕES-As produções selecionadas para a Mostra PE concorrerão às premiações de Melhor Filme e Melhor Direção, ou seja, dois prêmios. Para a Mostra Curta Brasil, haverá os prêmios de Melhor Filme; Melhor Direção; Melhor Roteiro; Melhor Fotografia; Melhor Montagem; Melhor Edição de Som; Melhor Direção de Arte; Melhor Trilha Sonora; Melhor Ator; e Melhor Atriz, totalizando dez prêmios.

Os concorrentes da Mostra Doc Internacional estarão sujeitos às premiações Melhor Filme e Melhor Direção, ou seja, dois prêmios. Para a Mostra Festival de Cinema de Ficção Internacional. haverá 12 prêmios: Melhor Filme; Melhor Direção; Melhor Roteiro; Melhor Fotografia; Melhor Montagem; Melhor Edição de Som; Melhor Direção de Arte; Melhor Trilha Sonora; Melhor Ator Coadjuvante; Melhor Atriz Coadjuvante; Melhor Ator e Melhor Atriz.

JÚRI-A comissão de jurados do Cine PE é formada por quatro grupos, sendo um para cada mostra. Irão avaliar os filmes da Mostra Pernambuco de Curtas Metragens a jornalista, poeta e documetarista pernambucana Tarciana Portella, diretora do Instituto Delta Zero; o curta-metragista cearense Adriano Lima, idealizador e diretor do Curta Canoa-festival de Canoa Quebrada; a professora e curadora Marilha Naccari, coordenadora do Festival Florianópolis Audiovisual Mercosul e presidente do Fórum dos Festivais.

O júri da Mostra Competitiva Curtas Nacionais é formado pelo redator, ator e diretor carioca Cláudio Gonzaga, que já assinou textos de programas como A Grande Família; Sob Nova Direção e Zorra Total; o também carioca Diogo Mendes, cronista, crítico de cinema e Mestre em Literatura; e pelo cineasta paraibano Marcus Villar.  Os filmes da Mostra Internacional de Documentários serão julgados pelo jornalista, escritor, crítico de cinema e cineasta paulista Celso Sabadin; o documentarista e jornalista paulista Evaldo Mocarzel; e pelo jornalista, pesquisador e crítico de cinema, o gaúcho Marcos Santuário.

A Mostra Festival de Cinema de Ficção Internacional terá como júri o jornalista e crítico de cinema paulista Marcos Petrucelli; o diretor Geral da Brazilian World Cinema, produtor e locutor do Kinoscope, o carioca Fabiano Canosa; o diretor, roteirista e produtor cinematográfico paulista Francisco Ramalho Junior; o distribuidor e produtor independente Marco Aurélio Marcondes; e o diretor, distribuidor e produtor Paulo Sérgio de Almeida, ambos cariocas.

A premiação oficial do Cine PE-Festival do Audiovisual será, como de praxe, o troféu Calunga, mas o evento poderá contemplar alguns concorrentes com prêmios em dinheiro e/ou serviços oferecidos diretamente por patrocinadores e/ou colaboradores do festival. Haverá júri específico por mostra, mas os nomes ainda não foram definidos.

Confira a relação de filmes:

Mostra Especial-Hors concours

GETÚLIO ( ) – FICÇÃO – 100’ (2014)

Direção: João Jardim

O GRANDE HOTEL BUDAPESTE (ESTADOS UNIDOS) – FICÇÃO – 100’ (2013)

Direção: Wes Anderson 

Mostra Competitiva de Longas Metragens Documentários

(Mostra Doc Internacional)

1960– (PORTUGAL)  DOCUMENTÁRIO – 70’ (2013) 

Direção: Rodrigo Areias

CORBINIANO (PE) – DOCUMENTÁRIO – 72’  (2014)

Direção: Cezar Maia

E AGORA? LEMBRA-ME (PORTUGAL) – DOCUMENTÁRIO – 164’  (2013)

Direção: Joaquim Pinto

O MERCADO DE NOTÍCIAS (RS) – DOCUMENTÁRIO – 94’  (2013)

Direção: Jorge Furtado

Mostra Competitiva de Longas Metragens de Ficção

(Festival de Cinema de Ficção Internacional)

ANNI FELICI (ITÁLIA) – FICÇÃO – 110’  (2013)

Direção: Daniele Luchetti

“MUITOS HOMENS NUM SÓ” (RJ) – FICÇÃO – 90’  (2014)

Direção: Mini Kerti

MUNDO DESERTO DE ALMAS NEGRAS (SP) – FICÇÃO – 100’  (2014)

Direção: Ruy Veridiano

O MENINO NO ESPELHO (MG) – FICÇÃO – 74’  (2014)

Direção: Guilherme Fiuza Zenha

ROMANCE POLICIAL (RJ) – FICÇÃO – 98’  (2013)

Direção: Jorge Durán

TODOS TENEMOS UN PLAN (ARGENTINA) – FICÇÃO – 117’  (2012)

Direção: Ana Piterbarg

Mostra Infantil de Longas Metragens

UMA PROFESSORA MUITO MALUQUINHA – INFANTIL – 88’

Direção: André Alves Pinto e César Rodrigues

MEU PÉ DE LARANJA LIMA – INFANTIL – 99’

Direção: Marcos Bernstein

Mostra Competitiva de Curtas Metragens Nacionais

(Mostra Curta Brasil)

ECCE HOMO (RJ) – Ficção – 06’ 06”  (2013)

Direção: Clodoaldo Lino

LINGUAGEM (RJ) – Documentário – 19’36”  (2013)

Direção: Luiz Rosemberg Filho

NO MOVIMENTO DA FÉ (PA) – Documentário – 18’  (2013)

Direção: Fernando Segtowick e Thiago Pelaes

NOTÍCIAS DA RAINHA (PR) – Documentário – 19’  (2013)

Direção: Ana Johann

NO TIRO DO BACAMARTE… EXPLODE A CULTURA PERNAMBUCANA! (PE) – Documentário – 08’22”  (2013)               

Direção: Xisto Ramos

O FILHO PRÓDIGO (SP) – Ficção – 15’13”  (2014)

Direção: Felipe Arrojo Poroger

TUBARÃO (PE) – Documentário – 13’  (2013)

Direção: Leo Tabosa

Mostra Competitiva de Curtas  Metragens Pernambucanos

(Mostra Curta PE)

AU REVOIR (PE) – Ficção – 20’42”  (2013)

Direção: Milena Tirnes

FRASCOS (PE) – Ficção – 09’50”  (2013)

Direção: Ariana Nuala

PONTA DE PEDROS E PEDRAS (PE) – Documentário – 11’ 44”  (2013)

Direção: Hermano Figueiredo

RABUTAIA (PE) – Documentário – 07’43”  (2014)

Direção: Brenda Lígia

SEVERO (PE) – Ficção – 09’50”  (2014)

Direção: Danilo Baracho

TESOUROS DO ARARIPE: OS FÓSSEIS E A COMUNIDADE (PE) – Documentário – 09’08” (2014)

Direção: Tito Aureliano

SERVIÇO:

  • 18º Cine PE Festival do Audiovisual

Quando: De sábado (26 de abril) a 2 de maio de 2014, a partir das 19h. O acesso à última noite do festival será restrita a convidados.

Onde: As mostras de filmes serão realizadas no Teatro Guararapes-Centro de Convenções de Pernambuco (Cecon)-

Acesso: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) para as mostras no Cecon

Informações: 81-3461.2765/www.cine-pe.com.br

* A Mostra Infantil ocorrerá no Cinema São Luiz para alunos cadastrados-

Onde comprar ingressos antecipados:

Em Olinda:

•    Posto Petrobras-Avenida Olinda, 150, Umuarama-Tel.: 3429-2709

No Recife

•    Posto Petrobras-Avenida Manoel Borba, 410, Boa Vista. Tel.: 3221.0877

•    Posto Petrobras-Avenida Domingos Ferreira, 2640, Boa Viagem-Tel.: 3465-6880

•    Posto Petrobras-Avenida 17 de Agosto, 598, Casa Forte (em frente à praça do Shopping Plaza)-Tel.: 3268.5694

 

 

 

 

 

CONTATOS PARA ENTREVISTAS:

*Alfredo Bertini, produtor cultural e diretor do Cine PE Festival do Audiovisual

Tels.: 0XX81-3461.2765/3773. Cels.: 0XX81-9292.1469

* Sandra Bertini, produtora cultural e diretora do Cine PE Festival do Audiovisual

Tels.: 0XX81-3461.2765/3773 e 9212.7723 

MAIS INFORMAÇÕES:

Officina de Texto

Ariane Costa

81-3103.3773/9974.2754

ariane@officinadetexto.com.br

Danielle Freire

81-3038.6144/9934.3064

daniellecfreire@gmai.com

Paloma Immisch

81-3038.6144/9165.3861

Paloma.immish@gmail.com