Escolha uma Página

Rodrigo Santoro se emociona e chora na 3ª noite do Cine PE

Não houve quem conseguisse segurar o choro na terceira noite de exibições do Cine PE – Festival do Audiovisual, realizada neste sábado (2). Com o Cinema São Luiz mais uma vez lotado, o ator Rodrigo Santoro, homenageado da 22ª edição do evento, não conteve a emoção e se rendeu às lágrimas. “Eu vim no avião fazendo uma reflexão sobre o porquê de estar aqui recebendo este prêmio. E eu queria agradecer porque foi aqui no Cine PE, com ‘Bicho de Sete Cabeças’, em 2001, que a minha história começou”, rememorou. Enquanto o astro tentava se recompor, Cássia Kis irrompeu pela sala de projeção do tradicional cinema recifense: “Rodrigo, eu entrego o seu prêmio”. Kis, que também foi premiada com o Troféu Calunga de Ouro na noite da última sexta (1º), foi convidada para entregar a honraria máxima do festival ao astro de “Westworld”, da HBO. Ao surpreender a todos não aguardando ser anunciada, Cássia emocionou não apenas Santoro, mas todo o público. Sandra Bertini, diretora do festival, chegou ao fim da homenagem com os olhos úmidos.

Antes do grande e tão esperado momento, os curtas-metragens da noite foram ovacionados pelos espectadores. “Vidas Cinzas”, de Leonardo Martinelli, foi um dos destaques da programação. O falso documentário, que aborda a atual crise social, política e econômica do Brasil, foi calorosamente aplaudido – especialmente ao surpreender os presentes com um depoimento de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro brutalmente assassinada em março deste ano. O terceiro dia do evento também contou com a exibição dos elogiados curtas “Através de Ti”, de Diego Tafarel, “Cara de Rato”, de Benedito Serafim, e a animação “Plantae”, de Guilherme Gehr. A noite chegou ao fim com a projeção dos longas-metragens “Marcha Cega”, de Gabriel di Giacomo e “Dias Vazios”, de Robney Bruno Almeida.

Neste domingo (3), o Cine PE promove, a partir das 14h, a Mostra Kátia Mesel: 50 anos de Audiovisual. A mostra traz para o público do Cinema São Luiz oito dos curtas-metragens mais conhecidos da cineasta pernambucana, também homenageada desta edição: “Oh de Casa” (10’), “Sulanca” (11’), “Recife de Dentro pra Fora” (15’), “Fora do Eixo” (8’), “Trailer Rochedo” (4’), “A Gira” (16’), “O Mago das Artes” (23’) e “Casa Comigo?” (6’). À noite, serão exibidos os curtas “Deep Dive” “Frequências”, “Insone”, “Universo Preto Paralelo”, “Peripatético”, “Lençol de Inverno” e “Não Falo com Estranhos”, além do documentário em longa-metragem “Henfil”, de Angela Zoé. O quarto dia de festival rende homenagem à emissora Box Brasil. As entradas são gratuitas.

Coletiva de imprensa

Como acontece todos os dias, o Hotel Nobile Executive, em Boa Viagem, recebe, a partir das 10h, uma coletiva de imprensa com os representantes dos filmes exibidos na noite anterior.

‘Espero Tua (Re)Volta’ é consagrado melhor filme do Cine PE 2019

‘Espero Tua (Re)Volta’ é consagrado melhor filme do Cine PE 2019

A 23ª edição do Cine PE chegou ao fim na noite deste domingo (4), no Cinema São Luiz, e consagrou o documentário “Espero Tua (Re)Volta” como o Melhor Longa-Metragem escolhido pelo Júri Oficial do evento. O filme, de Eliza Capai, reflete, a partir do olhar de três...

Patrocinador Master

Patrocinador

Co-Patrocinador

Apoio

Apoio Institucional

Apoio Cultural

Promoção

Realização