Em coletiva do Cine PE, Deby Brennand conta fatos sobrenaturais durante filmagens de “Frei Damião”

“Em Fernando de Noronha, se um nativo quebra uma privada, ele não pode ir a um armazém e comprar outra, ele precisa fazer uma petição pra isso. Imagine como é o tratamento com as grávidas. Pensa-se muito na ilha, mas não se pensa no povo que está lá”, provocou Kátia Mesel em coletiva de imprensa do Cine PE, na manhã desta terça-feira (30), no Hotel Nobile Suítes. A cineasta pernambucana falava sobre seu novo curta-metragem, “Parto Sim!”, exibido na noite da última segunda-feira (29), na abertura da 23ª edição do festival. Baseado em fatos reais, “Parto Sim” desnuda a peregrinação das mulheres grávidas que residem no arquipélago de Fernando de Noronha e que, devido à falta de assistência médica adequada para o parto, são obrigadas a se deslocar para o Recife antes da 34ª semana de gestação.

Na programação, Kátia dividiu a noite com outra pernambucana: a cineasta Deby Brennand, diretora de “Frei Damião – O Santo do Nordeste”, documentário ovacionado durante a abertura do festival. Na coletiva, Deby revelou que fatos sobrenaturais aconteceram durante a filmagem de seu segundo longa-metragem. “Nós estávamos em fase de produção, mas ainda era um segredo até para a minha família. Ninguém sabia da existência do projeto. Sabe aquela coisa bem recifense, de alguém que conhece alguém e essa corrente de conhecidos uma hora se conecta a você? Foi exatamente assim que Otacílio Cartaxo teve um sonho com o Frei dizendo que queria as imagens feitas por ele no meu filme. Quando essa mensagem chegou até a gente e nós fomos parar pra vê-las, era exatamente o que a gente precisava”. De acordo com Deby, Otacílio e o também cineasta Machado Bitencourt fizeram inúmeras imagens caseiras do Frei Damião entre 1968 e 1972, para um documentário que nunca chegou a sair do papel.

O Cine PE segue nesta terça-feira (30) com a exibição dos curtas pernambucanos “Mulheres de Fogo” e “Pisciano”, além de Carrero, o Áspero Amável”, de Luci Alcântara e “Procuram-se mulheres”, documentário de Rozzi Brasil, ambos dentro da Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Nacionais. Em seguida, o evento exibe o longa “Abraço”, com presença confirmada do ator Flávio Bauraqui. Neste ano, o Cine PE acontece no Cinema São Luiz e as entradas são gratuitas.