Cine PE promove cursos gratuitos para produção e monetização de curtas-metragens

Com o intuito de investir na formação de novos cineastas, a 23ª edição do Cine PE promove dois cursos gratuitos voltados para a produção e monetização de curtas-metragens. A oficina “Formas Alternativas de Monetização de Curtas”, ministrada pelo consultor de roteiro e escritor Bill Labonia, pretende repassar para o público algumas dicas alternativas de distribuição para transformar ideias e roteiros em negócios rentáveis. Já o workshop “Produção de Curta para o Audiovisual” tem como objetivo fornecer aos professores da rede municipal de ensino do Recife as noções básicas para o desenvolvimento de uma produção audiovisual.

De acordo com Labonia, o profissional que cria também precisa desenvolver um olhar comercial sobre o seu produto. “Muitas vezes a pessoa tem um curta-metragem, até já rodou alguns festivais com ele, mas em algum momento esse produto estanca e você não tem mais ideias de como transformá-lo em renda ou como distribuí-lo. O intuito do workshop é justamente apresentar alternativas de visualização e capitalização”, explica o consultor. Formado em cinema e com uma especialização em roteiro pela Vancouver Film School, Labonia tem mais de 15 prêmios nacionais e internacionais.

O curso “Formas Alternativas de Monetização de Curtas” acontece no dia 1º de agosto, às 14h30, no Hotel Nóbile Executive, em Boa Viagem.

Educação e audiovisual

Com carga horária total de 24 horas, a oficina “Produção de Curta para o Audiovisual” tem como público-alvo os professores da rede municipal de ensino da Prefeitura da Cidade do Recife. A formação visa capacitar os participantes para o desenvolvimento e acompanhamento de uma produção audiovisual, familiarizando-o com os termos técnicos e as ferramentas para a realização de um curta metragem de ficção.

De acordo com Sandra Bertini, diretora do Cine PE, a ideia do workshop é expandir o horizonte cinematográfico dos educadores para que eles possam repassar esse conhecimento para alunos da rede municipal do Recife. “Nós vemos o audiovisual como uma ferramenta incrível para a construção do ser humano. Além disso, essa é uma forma de ensinar uma possível profissão para crianças que podem abraçar essa ideia ainda bem cedo”, comentou.

Ministrado pela produtora Maria Pessoa, o curso trabalhará temas como decoupagem de roteiro, storyboard, produção e pós-produção. Maria está creditada em mais de 30 curtas-metragens e no longa-metragem “Let’s Stick Together”, de Viv Fogenie, uma produção independente filmada em Londres. No Brasil, tem participado da equipe técnica de vários curtas e médias-metragens rodados em Pernambuco, entre eles o premiado curta pernambucano “Simião Martiniano – O Camelô do Cinema”, de Clara Angélica e Hilton Lacerda.