Site Cinema com Rapadura (Web)-Curtas pernambucanos “Tubarão” e “Au Revoir” foram os destaques

Leia no site

Curtas pernambucanos "Tubarão" e "Au Revoir" foram os destaques da primeira premiação do festival, que também reconheceu o longa "O Mercado de Notícias", de Jorge Furtado.

Na noite de ontem (29), o Cine PE Festival do Audiovisual anunciou os curtas e longas de documentário vencedores da 18ª edição. A premiação será dividida em duas etapas, com a segunda marcada para sexta (02), quando os longas de ficção serão reconhecidos. A cerimônia aconteceu no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

O cineasta Jorge Furtado (“Saneamento Básico – O Filme”) foi o grande vencedor da Mostra Competitiva de Longas Documentário Internacionais. Fazendo um perfil ousado do jornalismo brasileiro, sem abandonar o humor característico, “O Mercado de Notícias” recebeu o Troféu Calunga de melhor documentário pelo júri oficial e pelo júri popular. Já o cineasta português Joaquim Pinto venceu o prêmio de melhor direção por “E Agora? Lembra-me”.

O documentário “Tubarão” (foto), de Leo Tabosa (PE), foi o grande vencedor da Mostra Competitiva de Curtas Nacionais, arrebatando melhor curta, direção, direção de fotografia e prêmio especial da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). O filme acompanha Dale, um estrangeiro que teve sua vida alterada após um evento trágico. Desde então, ele não consegue se relacionar com a cidade do Recife, nem mesmo voltar para a sua terra natal. Destaque também para as três estatuetas de “O Filho Pródigo”, de Felipe Arrojo Poroger (ator, atriz e roteiro), e as duas de “Notícias da Rainha”, de Ana Johann (direção de arte e edição de som).

A Mostra Competitiva de Curtas Pernambucanos deu a “Au Revoir”, de Milena Times, o reconhecimento de melhor filme e melhor direção. O drama acompanha sobre duas vizinhas na França que criam laços de amizade. Falando sobre perdas, distância e solidão, a vitória já era esperada, por destoar positivamente dos outros concorrentes da categoria. O panorama de curtas locais foi altamente criticado pela imprensa por não representar a atual safra de cinema feito no estado.

Veja abaixo a lista completa dos vencedores:

Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Pernambucanos (Mostra Curta Pernambuco)
Melhor Filme: “Au Revoir”, de Milena Times
Melhor Direção: Milena Times (“Au Revoir”)
Prêmio do Júri Popular: “Severo”, de Danilo Baracho
Prêmio Especial da Link Digital: “Rabutaia”, de Brenda Lígia

Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Nacionais (Mostra Curta Brasil)
Melhor Filme: “Tubarão” (PE), de Leo Tabosa
Melhor Direção: Leo Tabosa (“Tubarão” – PE)
Melhor Roteiro: Felipe Arrojo Poroger (“O Filho Pródigo” – SP)
Melhor Atriz: Georgette Fadel (“O Filho Pródigo” – SP)
Melhor Ator: Danilo Grangheia (“O Filho Pródigo” – SP)
Melhor Fotografia: Alex Costa e Breno César (“Tubarão” – PE)
Melhor Direção de Arte: Paulo Vinícius (“Notícias da Rainha”- PR)
Melhor Edição de Som: Demian Garcia (“Notícias da Rainha” – PR)
Melhor Trilha Sonora: Alexandre Guerra (“No Movimento da Fé” – PA)
Melhor Montagem: Thiago Pelaes, Alexandre Nogeira e Fernando Segtowick (“No Movimento da Fé” – PA)
Menção Honrosa: “Ecce Homo” (RJ), de Clodoaldo Lino
Prêmio da Crítica/Abracine: “Tubarão” (PE), com direção de Leo Tabosa
Prêmio do Júri Popular: “Ecce Homo” (RJ), de Clodoaldo Lino, e “No Movimento da Fé” (PA), de Fernando Segtowick e Thiago Pelaes
Prêmio Canal Brasil para o Melhor Curta: “Linguagem” (RJ), de Luiz Rosemberg Filho
Prêmio Especial da Link Digital: “Linguagem” (RJ), de Luiz Rosemberg Filho

Mostra Competitiva de Longas-Metragens Documentários Internacionais
Melhor Filme: “O Mercado de Notícias” (Brasil/RS), de Jorge Furtado
Melhor Direção: Joaquim Pinto (Portugal), por “E Agora? Lembra-me”
Menção Honrosa: “Corbiniano” (Brasil/PE), de Cezar Maia
Prêmio do Júri Popular: “O Mercado de Notícias” (Brasil/RS), de Jorge Furtado

O Cinema com Rapadura está em Recife/Olinda a convite do 18º Cine PE Festival do Audiovisual.